sábado, 15 de dezembro de 2012

PREVI-SUPERAVIT-BET-DESEMPENHO OUTUBRO


COLEGAS:

A PREVI divulgou em seu site a rentabilidade acumulada até outubro de 2012 e demonstrativo do Ativo Líquido do Plano I. Comento e compartilho os números apresentados.
A rentabilidade acumulada foi de 7,77 %, diante de uma meta atuarial de 9,85 % (INPC acumulado até outubro + juros de 5%). Para o final de 2012, a meta deve se situar em torno de 11,2%. Em 2011 a meta era de 11,38%. Foram atingidos 7,7%.
Do patrimônio total, 59% estão investidos em rendas variáveis. Deste percentual, 27% estão em empresas com ações na Bolsa de Valores, sendo as maiores: Petrobrás, Banco do Brasil, Ambev, Instituições Financeiras, etc., cujas valorizações sofrem alterações diárias, de acordo com o mercado, que é muito sensível, inclusive a movimentos internacionais. Os reflexos positivos ou negativos podem ser observados nos valores das ações e na pontuação da bolsa.  A rentabilidade deste segmento foi de 5,93%, bem inferior a dos outros investimentos. Dos 59%, estão em Fundos de Ações 32%, concentrados na Vale do Rio Doce, através da Litel Participações. A rentabilidade até outubro foi de 6,13% também menor que a dos outros investimentos, sendo a maior de 31,22% referente a investimentos imobiliários.
Com relação às demonstrações, verifiquei, abaixo, em bilhões:
- Ativo líquido: R$ 133,430
(-) Provisões Matemáticas: R$ 103,608
(-) Fundos Previdenciais: R$ 6,822
= Superávit técnico: R$ 22.999
(-) Reservas de Contingência: R$ 25,902 (25% das provisões matemáticas)
= Reservas de Contingência Descoberta/Reserva especial negativa: (-) 2,903
OBS:
1 – Do saldo do fundo previdencial, de R$ 5,242 a metade, R$ 2,621 destina-se ao pagamento do BET.  Igual valor destina-se ao pagamento do Banco.
2 – Se o ano de 2012 encerasse em outubro, seriam baixados dos fundos previdenciários R$ 2,903 para recompor as reservas de contingências, sendo R$ 1,451 do BET e R$ 1,451 do Banco. Neste caso, restaria um saldo de R$ 2,340, sendo R$ 1.170 para o BB e R$ 1,170 para o BET, suficiente para continuidade do pagamento em 2013.
Apenas como referência, reproduzo, abaixo, o desempenho de janeiro a outubro de 2012:

Meses
janeiro
fev.
março
abril
maio
junho
julho
agosto
setem.
outub.
Pontuação Bolsa
63.072
65.811
64.510
61.820
54.490
54.354
56.097
57.061
59.175
57.068
Rentabilid.Total
2,19%
1,72%
0,73%
-0,08%
2,09%
0,09%
2,11%
0,88%
1,66%
0,36%
Patrimonio Liquido
134.047
135.969
136.034
135.182
130.809
129.797
131.984
132.452
134.061
133.430
Provisões Mat.
97.987
98.558
98.881
99.608
100.266
100.695
101.218
101.820
102.735
103.608
Fundos Previd.
9.321
9.055
8.769
8.521
8.262
7.962
7.675
7.384
7.105
6.822
Superávit Técnico
26.737
28.354
28.384
27.052
22.281
21.138
23.091
23.247
24.219
22.999
Reservas Conting.
24.496
24.638
24.720
24.902
25.066
25.173
25.304
25.455
25.683
25.902
Reservas Especiais
2.241
3.716
3.664
2.150
-2.785
-4.035
-2.213
-2.208
-1.464
-2.903
Fundo BET/BB
7.204
6.998
6.774
6.578
6.376
6.138
5.912
5.684
5.462
5.242

De janeiro a outubro, as provisões matemáticas cresceram R$ 5,621 bilhões e as reservas de contingência R$ 1,406 bilhões, forçando a queda das reservas especiais.  O ativo líquido caiu R$ 617 milhões. Em se mantendo as provisões matemáticas, para não se mexer no saldo do BET em dezembro, o Ativo líquido teria de crescer 2,2% totalizando R$ 136 bilhões, o que não é impossível. Registro que, anualmente, a PREVI avalia seus investimentos em fundos de ações cujo valor em outubro era de R$ 50,452 bilhões (39% do patrimônio total) pelo valor econômico. Voltarei a este assunto no final de dezembro com informações mais completas.
Finalmente é bom lembrar que, havendo reservas especiais em dezembro, a PREVI será obrigada a fazer novas destinações e a exemplo do que ocorreu em 2010 o Banco se beneficiará com 50%, tendo em vista que a Resolução CGPC 26/2008 encontra-se em vigor.
Feitas estas considerações, como sou otimista, acredito que teremos o BET até dezembro de 2014, conforme projetado pela PREVI em 2010, a depender, é claro do desempenho de 2012 e 2013.
Agradeço aos visitantes do meu blog, em especial aos que fazem comentários.
De já autorizo repassar os assuntos por mim postados, por qualquer meio, citando a fonte, avisando-me, se possível, através do próprio blog ou do meu e-mail: ajccarvalho@bol.com.br

Abraço e bom final de semana,

Antonio J. CARVALHO

14 comentários:

Afonso disse...

Belo trabalho colega. Meus parabéns.
Afonso Pires Faria.

Jorge Teixeira - Araruama (RJ) disse...

Ao final de outubro (31.10) o Ibovespa estava em 57.068 pontos. No último pregão, 14.12.12, ele chegou a 59.604 pontos. Como Você bem lembrou há uma grande dependência do desempenho da renda variável para que se tenha superávit nas contas do “PB-1”. Mantida ou até mesmo ampliada essa diferença de pontos do Ibovespa com certeza os números serão bem mais atrativos em 31.12.12, possivelmente não se configurando a necessidade de recomposição da reserva de contingência com valores oriundos dos fundos previdenciários.

Deusdedit de Lima disse...

Carvalho,

Agradecemos suas informações e esclarecimentos. São úteis.
Feliz Natal e um maravilhoso 2013 para você e família.

Lima

Anônimo disse...

Muito bom seus comemntários e comparativos.
Parabéns !
Em agosto/2012 foi criada a conta "Empréstimos de ações" com R$ 15.943, sendo zerada em outubro.
A quem a Previ emprestou suas ações ? quanto ganhaou e quais foram as ações emprestadas (alugadas)?

Luis-BH disse...

Colega, meus parabéns! Análise aprofundada e necessária sobre os números da Previ. Quem sabe, com sua ajuda, desvendaremos a "caixa-preta"?

Abraço

Antonio Carvalho disse...

Colega anônimo:
Lamento não saber responder sua pergunta.
A PREVI não divulgou notas explicativas a respeito.
Aliás, as notas explicativas são parte dos relatórios anuais.
Veremos se será divulgado.
Abraço,

Carvalho

Antonio Carvalho disse...

Grato, Luis, pelo incentivo.
Aos poucos vamos compreendendo este emaranhado de números e informações e com o tempo ficará mais claro para todos nós.
Continuarei aprofundando estudos e análises.
Abraço,

Carvalho

Antonio Carvalho disse...

Prezado Jorge:
A Bolsa hoje ultrapassou os 61.000 ponto. Meses atrás fiz um prognóstico dizendo que se a Bolsa fechar 2012 aos 62.000 pontos, o que acredito que vai chegar, teremos reservas especiais para revisão do plano, além de garantir a continuidade do BET em 2013.
Vamos ficar na expectativa. No finalzinho do ano farei novos comentários.
Abraço,

Carvalho

Antonio Carvalho disse...

Grato pelo incentivo, Afonso.
Abraço,
Carvalho

Antonio Carvalho disse...

OK, Lima:
Feliz Natal pra você também.
Abraço,

Carvalho

Anônimo disse...

Caro Carvalho

GOSTARIA VER SUA OPINIÃO A RESPEITO DA:

Última abordagem/escrito do também brilhante colega João Rossi Neto com relação aas contribuições dos assistidos, ativa e patrocinador referente ao BET, ONDE OS ASSISTIDOS FORAM PREJUDICADOS EM 3%.
Creio que Vossa Mercê tenha conhecimento do dito escrito. Não o publiquei aqui e agora dando-lhes clara ciência do que se trata por tê-lo "perdido" em meus arquivos.

Desde já agradeço sua atenção;

/lui.

Antonio Carvalho disse...

Prezado Lui:
Concordo em parte com o relato/denúncia feita pelo colega Rossi Neto, encaminhado para a PREVI. Não é verdade que a partir de 2006 os aposentados se beneficiaram com o percentual de 4,8% de isenção de contribuições para PREVI com o uso do superavit enquanto que os ativos se beneficiaram com 7,8%, como ele apontou. Possivelmente ele se esqueceu que dos 7,8% existe um percentual de dedução de 0,6% e de 5,4% da Parcela PREVI de acordo com o salário de participação. Exemplos: Os ativos com salários de contribuição de R$ 2.000,00 a taxa de contribuição e isenta é de 1,98%. Com salário de R$ 4.000,00 que acredito ser a grande maioria, a taxa é de 4,68%. Com salário de R$ 6.000,00 a taxa é de 6,25%. Para salários de R$ 10.000,00 próprio de Gerentes, a taxa de contribuição e isenção é de 6,56%. Acredito que na média o percentual de contribuição dos ativos seja de 4,8% equivalente ao percentual dos aposentados. Entre 1997 e 2006 as taxas eram maiores. Para os aposentados era de 8%. As novas taxas foram estipuladas no estatuto de 28/11/2007, mantidas nos estatutos de 07/12/2010 e 16/02/2011, todos aprovados pelo Banco, Governo e PREVIC. Logo, concordo que é injusto, a exemplo de tantas outras distorções e injustiças. Porém, no meu entendimento é legal porque foi feito de acordo com a legislação e estatuto de cada época.
Desta forma, apesar de ser injusto os ativos e patrocinadores estão isentos de contribuições, de acordo com lei 109/2001. Estão se beneficiando com o BET, de acordo com a inconstitucional resolução CGPC 26/2008, que até o momento não foi considerada ilegal pela Justiça e nem reformulada pelo Legislativo, por ser de interesse do GOVERNO. Acredito que dificilmente haverá mudança e no próximo BET será feito da mesma forma do atual.
Respeito e considero as abordagens dos colegas, mas esta é a minha opinião.
Continuo à sua disposição e de todos,
Abraço,

Carvalho

Ricardo Aragão disse...

Prezado Carvalho,

Suas informações, sempre precisas e esclarecedoras, têm sido muito importante para todos os beneficiários da PREVI.

Em nome de minha mãe, pensionista, agradecemos o seu esforço e dedicação em nos facilitar bastante o entendimento dessa complexa ciranda de números e letras.

Torcemos pela continuidade do BET e demais conquistas neste ano que se inicia.

A você e familiares, bem como a todos que acompanham seu blog, desejamos um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de paz, saúde e ÓTIMAS NOTÍCIAS!

Forte abraço!

Ricardo Aragão
Ipu/CE

Antonio Carvalho disse...

OK, Ricardo.

Continuaremos atentos e compartilhando informações em 2013.
Abraço,

Carvalho