terça-feira, 7 de janeiro de 2014

BET E CONTRIBUIÇÕES - ABAIXO ASSINADO

Colegas:
A PREVI extingui o BET e iniciou cobrança das contribuições a partir de janeiro.  Muitos colegas não se programaram com antecedência. Estão angustiados e desesperados, com redução de cerca de 25% nos benefícios. Recebi pedidos e sugestões, inclusive do grupo REDE-SOS@yahoogrupos.com.br para coordenar um movimento, urgente, solicitando a PREVI a continuação do BET e suspensão das contribuições até dezembro de 2014, conforme acordado em 2010. Conclamo a todos participar deste movimento, até 31/01/2014. Para tanto, disponibilizo 2 opções aos participantes do plano I, (ativos, aposenta e pensionistas).
I_ PRIMEIRA OPÇÃO – Abaixo Assinado Escrito. Mais abrangente.
  .Clique no LINK: ABAIXO ASSINADO-BET/CONTRIBUIÇÕES. O modelo abrirá automaticamente. Imprima, assine, colha assinatura de amigos do Plano I. Quanto mais, melhor;
. Scanei o documento assinado e envie para a PREVI, através do email: secex@previ.com.br, e previ@previ.com.br, com cópia para o e-mail:  ajccarvalho@bol.com.br;
II _SEGUNDA OPÇÃO: Solicitação pela internet, mais rápido e mais fácil:
. Clique no Link: http://www.vivapixel.com.br/propostas/ajccarvalho
. Abrirá uma mensagem automática. Digite o seu nome, matrícula e e-mail. Clique em ENVIAR. Sua mensagem será enviada à Secretaria Executiva e para o meu e-mail.
OBSERVAÇÕES:
1 - Em caso de dúvidas ou dificuldades, enviar mensagem para: ajccarvalho@bol.com.br;
2 - Continua em vigor o Abaixo Assinado em apoio ao Projeto de Lei PDS 275/2012, que já conta com mais de 25 mil adesões, para entrega no Senado oportunamente.
3 – Desejando manter-se atualizado acesse, participe e adicione meu blog, clicando no link: http://www.ajccarvalho.blogspot.com.br
4 – Divulgue por todos os meios ao alcance, pedindo apoio aos Colegas do Plano I.
Abraço,
Antonio J. Carvalho – email: ajccarvalho@bol.com.br

22 comentários:

Maurilio Fernamdes disse...

A postagem à Secex acusa mensagem de erro,impossibilitando o seu envio. Como procedermos ? Obrigado

ACYR ROBERTO disse...

nao consigo entrar no abaixo-assinado, algum problema tecnico ??

Marli disse...

Também não consegui enviar

Tadeu Luis Valentim disse...

Estah emitindo mensagem de erro. Nao se consegue enviar o abaixo-assinado.

Anônimo disse...

Também não consigo. Será sobrecarga?

HELENO PINTO NOBRE disse...

MEU NOME : HELENO PINTO NOBRE ; EMAIL. hp_nobre@hotmail.com ; matrícula 3984740-3 . O PROBLEMA CITADO PELOS COLEGAS PERMANE . TENTEI ESTA ALTERNATIVA. NEM SEI SE VAI VALER ?????

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Antonio Carvalho disse...

Colegas:
Enviei de uma só vez uma remessa muito grande de e-mail. Foram feitos vários envios simultâneos e congestionou o sistema. Gentileza tentar novamente. São mais de 600 adesões confirmadas em poucas horas.
Foi divulgado que a PREVI adiou as prestações do empréstimo simples por 90 dias. Eu já previa isto, tanto é que nem coloquei na solicitação. É muito pouco comparado ao que que temos direito. É migalhas mesmo, apesar de aliviar os mais aflitos. Vamos lá pessoal. Participe e solicite os seus amigos a participarem, também.
Abraço,
Carvalho

Augusto J. Hoffmann disse...

Prezado Sr. Carvalho,

Grato pela iniciativa. Somos um segmento especial e, entre defeitos e talentos, o terrível hábito da omissão;acomodação. Por isso os dirigentes-simbiontes, hoje na Previ, aka "pizzollatri class" fazem o que bem entendem. Não praticamos a cidadania! Abraço

André Mascarenhas disse...

Carvalho, o link já está funcionando perfeitamente. http://www.vivapixel.com.br/propostas/ajccarvalho

Anônimo disse...

COLOCA NA SUA MENSAGEM A OPÇÃO PARA QUEM NÃO DESEJA RECEBER. VOCÊ VAI CONTINUAR MANDANDO E EU VOU CONTINUAR RECLAMANDO.

VOCÊ JÁ PERDEU MAIS OU MENOS 30 VOTOS DO PESSOAL DA PELADA.

CHATONILDO

Márcio Petiz disse...

Seria interessante tsmbém colocar uma opção de abaixo assinado para que se desconte do BET as contribuições até quando houver saldo ou que o funcionário se aposente.

Anônimo disse...

Sr Carvalho,
Em varios de seus postos o sr colocou na cabeça de alguns colegas que o Bet continuaria, mesmo que a Ibovespa não reagisse, alegando que, por ser um ano eleitoral, a direção da Previ não teria peito pra retirar o benefício. Vemos agora que eles não se deixaram influenciar pela pollitica e foram responsaveis na condução do Plano. Infelizmente, é assim que os blogueiros estão tratando seus leitores, a fim de conquista-los, com falsas esperancas, acoes judiciais com exitos duvidosos, e que se alongam por anos e anos, enquanto as associacoes enchem os cofres com mensalidades(pra onde vai esse dinheirama, gente?. Advogados?). Se tivessem um pouco de honestidade, essas demandas judiciais abrangeriam todos os aposentados da Previ e os advogados seriam pagos com os resultados das acoes, caso vitoriosas e as custas cobradas pelo seu valor real. Oportunistamente, agora estão lancando mais uma acao, essa do Bet que, com certeza, não tem como ir pra frente. Ainda estamos esperando um lider de verdade, o cara que não vai lutar pela causa pra enriquecer, de uma forma ou outra, com nosso sofrimento.

Luis-BH disse...

Pois é. Vou repetir eternamente até aparecer alguma explicação razoável: onde foram parar os R$ 27,1 bi da reserva de contingência de outubro passado (a Anabb diz que viraram só R$ 22,2 bi)?

A Anabb diz que a Previ fechou 2013 com "patrimônio de R$ 136,8 bi" (em outubro era de R$ 140,6). "A Reserva Matemática, necessária ao final de 2013, para cumprir todos os compromissos com os participantes do plano, até 2080, foi calculada em R$ 114,6 bi" (em outubro havia só R$ 110,7 de obrigações para a reserva matemática).

Meu palpite: além de apartarem os cerca de R$ 5 bi da concessão da BR-040 (Invepar), já contabilizaram o reajuste dos benefícios de janeiro...

Antonio Carvalho disse...

Prezado Anônimo: 09 de janeiro: 09.46
Não é correto sua afirmativa a mim atribuída "que o Bet continuaria, mesmo que a Ibovespa não reagisse, alegando que, por ser um ano eleitoral, a direção da Previ não teria peito pra retirar o benefício". De onde Você tirou esta afirmativa? Apresente se tiver, de preferência se identificando. É chato se relacionar com anônimo.
Reveja minhas 9 postagens feitas no BLOG de julho a dezembro de 2013 que comentei sobre o BET. Em todas EU dizia que as ameaças feitas pela PREVI eram verdadeiras. Que a continuidade do BET iria depender da rentabilidade da PREVI em dezembro de 2013. Que nosso capital estava concentrado em renda variável e ia depender muito da bolsa. Que a VALE e as empresas de energia eram avaliadas pelo valor de mercado. Que a bolsa no segundo semestre costuma reagir. Que a retirada do BET seria traumática, considerando que muito colegas incorporaram. QUE HAVIA TURBULÊNCIA E QUE APERTASSEM O CINTO. Que o BET terminaria no máximo no final de 2014. Que os resultados da PREVI estavam negativos. Que os recursos provisionados dariam para pagar o BET até julho/agosto/setembro de 2014. Que o BET somente continuaria se em dezembro o superávit fosse maior do que 25% da reserva matemática. Que em 2012 a situação da rentabilidade era pior do que em 2013. Que se nós perdêssemos o Banco também perderia. Que mesmo ciente das ameaças continuava acreditando que o BET continuaria sendo pago em 2014.
Afirmativas diferentes destas não foram por postadas no mej Glog.
Abraço,
Carvalho

Anônimo disse...

A cabeça não é só para usar boné.
Basta bloquear o remetente.

Eli Martins Pereira disse...

Já enviei. Parabéns pela iniciativa.
Um abraço.
Eli Martins Pereira

Anônimo disse...

que estou com dúvida, a partir de agora, é como as Associações não atentaram para o fato de o BB receber o Bet de uma vez e a gente parcelado, inclusive com possibilidades de suspensão do mesmo. Se na época existiam os recursos, porque parcelar o nosso?

Anônimo disse...

R E P A S S A N D O (origem  Santa Catarina)Colegas,A idéia não é minha mas achei legal: Uma campanha, que pode ser encabeçada pela AFABB/SC, ou outra, para votarmos contra a aprovação do relatório anual da Previ. Ao menos enquanto durar o pagamento daquelas aposentadorias sem a devida contribuição. O que acham ?Aqueles que concordarem, por favor, repassem aos seus contatos.

Antonio Carvalho disse...

1 - Prezado Luis: 09 de janeiro - 10.38 hs
Em linguagem bem simples é o seguinte:
. Patrimônio menos obrigações igual a superávit ou déficit.
. Superavit maior que 25% das obrigações é igual a reserva especial (BET)
Em outubro o superávit equivalia a 25% das obrigações (reserva matemática). Em novembro e dezembro o patrimônio foi reduzido em função da queda da bolsa e da elevação das obrigações. Estes foram os fatores que eliminaram o BET. As obrigações cresceram em função de revisão da tábua de mortalidade, desnecessária, na minha opinião, pois que a PREVI adota a AT 2000 muito conservadora e pelos reajustes acima do INPC dos colegas da ativa, somando-se, ainda, a não implantação do Teto. A queda do patrimônio em função da bolsa é conjuntural, como a própria PREVI admite, mas, ela, a PREVI não buscou alternativas.
2 - Anônimo: 11 de janeiro: 14.11 hs:
O Banco recebeu o BET nas mesmas datas que nós recebemos. Se a PREVI tivesse pago de uma só vez hoje não estaríamos nesta angústia.
3 - Anônimo: 13 de janeiro - 14.04:
Desde 2002 foi extinto o corpo social da PREVI. Quem aprova as contas da PREVI é o Conselho Deliberativo, ou seja, o Banco, que aprova o estatuto, regulamentos, investimentos, etc.
Abraço,
Carvalho

Luis-BH disse...

Muito obrigado pelos esclarecimentos, Carvalho. Suas informações mais uma vez confirmam que a Previ "não tá nem aí" pra nós. Eles geram superávits quando querem e retiram quando querem.

Como a diretoria é toda comprometida com o BB, pode ser que essa atitude, no mínimo antipática com a gente, vai diminuir o prejuízo atuarial que o banco contabilizará no balanço. Por conta do novo Acordo de Basileia, normas recentes do Bacen impedem que os superávits sejam contabilizados nas contas de resultado do patrocinador, mas podem entrar no patrimônio da empresa, não é mesmo?
Abraço

Antonio Carvalho disse...

É isto mesmo, Luis.
2012 o Banco contabilizou bilhões no resultado, por conta do superávit da PREVI. Aliás, o Banco utilizava premissas diferentes da PREVI e apurava superávits ainda maior do que os da PREVI. Agora acabou.
Abraço,
Carvalho