segunda-feira, 17 de março de 2014

PREVI - PEDIDO DE SOCORRO

Abaixo, pedido de socorro que enviei hoje para a Diretoria e Conselho Deliberativo da PREVI

"Senhores Presidentes da Diretoria Executiva e do Conselho Deliberativo
Senhores Diretores e Conselheiros:

1 - No dia 7 de janeiro enviei mensagem solicitando a continuidade do BET. Nas justificativas citei a Resolução 13 do CNPC – Conselho Nacional de Previdência Complementar - de 4/11/2013. Outros 9.702 assistidos, relação anexa, fizeram solicitações semelhantes. Não houve resposta.
2 – Sei que a PREVI solicitou autorização para os funcionários da ativa usarem o saldo individual do BET para pagamento das contribuições. Porém, para os aposentados e pensionistas a PREVI limitou-se a suspender o pagamento das prestações os empréstimos simples por 90 dias. O Banco não é beneficiário, mas, usa recursos do BET repassados por força da abusiva resolução CGPC 26/2008, contabilizado em fundos previdenciais, da forma que lhe convém. Esta prática não é de hoje.
3 - Diante da angustia de milhares de aposentados e pensionistas, proponho solicitar aos Órgãos Reguladores autorização para pagamento do BET até dezembro de 2014, conforme acordado em 2010, com base, por analogia, nos princípios da referida resolução 13 do CNPC, que concedeu prazos aos fundos de pensão deficitários para equacionar déficits, sem onerar os participantes. Conforme admitido pela PREVI, ABRAPP e analistas, 2013 foi um ano atípico. Diante da conjuntura adversa os fundos de pensão registraram resultados pífios. Mesmo assim, a PREVI registrou um superávit técnico de R$ 24,7 bilhões, equivalente a 22% das reservas matemáticas, valor este destinado à reservas de contingência. A lei 109/2001 admite destinar até 25% da reserva matemática para compor a reserva de contingência. A PREVI optou por cumprir a abusiva resolução 26, questionada na Justiça e no Senado pelo PDS 275/2012. Ressalto que o Banco não assumiu o BET dos pré-67, cerca de R$ 2 bilhões, conforme acordo de 1997.
4 – Em sendo negada a continuidade do BET, proponho a concessão de empréstimo especial, independente do empréstimo simples, equivalente a 12 parcelas mensais do BET, para pagamento em 120 meses, a partir de janeiro de 2015, corrigido pelo INPC mais meta atuarial. Citamos como exemplo: Um aposentado que recebia R$ 1.000,00 de BET se desejar, teria um empréstimo especial de R$ 12.000,00 (R$ 1.000,00 X 12 meses). A prestação nominal a partir de janeiro de 2015 seria de R$ 100,00. Ressalto que se todos utilizassem este tipo de empréstimo, o desembolso total da PREVI seria em torno de R$ 120 milhões, ou seja, 4,8% do superávit registrado em dezembro de 2013, o que não colocaria o plano em risco. Ademais, com a volta das contribuições houve aumento no fluxo de caixa para honrar compromissos junto aos assistidos.

Atenciosamente,
Antonio Jose de Carvalho – 0.983.371-4"

20 comentários:

Anônimo disse...

Brilhante idéia. Mas, pelas atitudes da PREVI, acho que vão rir da gente.

Bartolomeu Rodrigues disse...

Parabéns pela ideia, Carvalho. Como sempre, você nos brinda de forma lúcida, esclarecedora, sem "arrodeios". Falta você nos dizer qual Chapa deveremos apoiar. Saúde e Paz.
BARTOLOMEU R OLIVEIRA

Anônimo disse...

Parabéns pela iniciativa, Esperamos que a Previ aprove.

Anônimo disse...

Mais uma vez você procura soluções que podem realmente ajudar a maioria e apresenta argumentos para que sejam acolhidas pela Previ.Você segue sempre a regra de que não podemos pedir qualquer coisa mas aquilo que é possível.Infelizmente a Previ adotou a postura do "não" sem analizar as possibilidades.

Anônimo disse...

Tenho certeza que a PREVI pode resolver este problema que tanto nos
atormenta.Tem duas opções brilhantes para ameniazar nossos problemas.Contribuimos por mais de 30 anos e temos q continuar a pagar para que seja mal administrada por pessoas que só estão preocupadas com elas próprias.Temos q aprender a votar.Os aposentados estão tão deprimidos que não têm ânimo nem de comentar os assuntos que lhe interessam.

Honorino Menezes disse...

Parabéns. Em qual chapa vamos votar?

Honorino Menezes disse...

Parabéns. Em qual chapa vamos votar?

Anônimo disse...

Carvalho,
Estive com voce na novembrada no Rio de Janeiro e apoio sua proposta.
Entretanto, peço para verificar minha opinião abaixo:

Quanto a sua proposta acho que existe um equívoco quanto ao valor de 4,8% do superavit/2013 que ao meu ver seria R$ 1.200.000.000,00
(um bilhão e duzentos mil reais) e não R$ 120 milhões, como consta da proposta do Carvalho). Faça a conta 24.700.000.000,00 X 4.8% = R$ 1.185.000.000,00. Outra, o BET total foi de 7,5 Bilhões, então um ano de BET equivaleria a 7,5/5 = R$ 1,5 bilhões.
De qualquer forma acho viável a sua proposta , efetuada as correções.

Anônimo disse...

Colega Bartolomeu sugiro uma olhada nas chapas inscritas na PREVI, em especial a PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS. Veja quem é candidato a titular no Conselho Deliberativo. Mais não faço para evitar impugnação.

Luiz Faraco - Florianópolis-SC

Alvaro disse...

Quero parabeniza-lo pelo conteúdo do blog.
A situação dos aposentados (entre os quais me incluo) é crítica.
Já estava ruim antes do fim do BET e reinício das contribuições.
Agora ficou impossível. Muitos ficarão inadimplentes, não só com a PREVI, mas também com outros compromissos e empréstimos.
Aproveito para perguntar se tem como receber o benefício sem transitar pela conta-corrente.
Estou querendo negociar meus empréstimos com o BB e, para isso, preciso parar os pagamentos, o que só será possível sem a entrada do benefício em minha conta.
Tudo isso já é reflexo do endividamento contínuo e constante dos aposentados do BB...
Continuo acompanhando seu blog e torço para que aceitem sua sugestão.
TFA

Eunice Lourenço disse...

Carvalho,

Gostaria de saber o que a atual diretoria da ANABB e a PREVI fizeram com aquele estudo feito (pela ANABB) em 2008. Foi um trabalho muito bem feito e se houvesse interesse poderia ter ajudado muito na distribuição justa do superavit, antes que o mercado e as "circunstâncias" fizessem ele virar pó.

Anônimo disse...

Colega Alvaro,

O assunto que lhe interessa esta sendo bastante discutido e comentado no blog do Ari Zanella:
http://arizanella.blogspot.com.br/2014/03/fim-da-orpag-como-meio-de-receber.html

Anônimo disse...

Colega Carvalho,

Sei de sua luta em prol dos aposentados e pensionistas, mas
infelizmente mais uma vez parece que a solução é continuarmos com o pires na mão, implorando para que a PREVI resolva depositar uma esmola nele.
E essa esmola, todos sabemos, por se tratar de empréstimo, não vai solucionar o problema. Será um mero paliativo -- ainda que válido.
Precisamos definitivamente é do realinhamento de nosso plano.
Mas, quem sou eu para ensinar a missa ao vigário?

Anônimo disse...

Atenção pessoal nas chapas da PREVI, principalmente, LIVRE, FORTE E DE TODOS. E, por favor, não perguntem em quem votaremos.

Anônimo disse...

Procurem a Agencia de vocês e fale com o Gerente. O BB é obrigado a liberar 70% do salário creditado em conta. Um caixa do Banco me disse que faz isso todo mês com clientes. Determinação do Banco Central. Não precisa acionar a justiça.

Anônimo disse...

Atenção gaúchos. Agora é a vez de vocês BEZERRAR.

Anônimo disse...

Caro Carvalho,
Não sei se voce esteve presente na reunião que relato abaixo, mas foi de lavar a alma, a exemplo do excelente discurso de nosso ex Superintendente Bezerra.
(desculpe, mas não posso me identificar).
Baiano é assim mesmo, não leva desafora prá casa, e se preciso "roda a baiana".
Lembro-me da época(triste época) em que Mário Berard éra presidente do BB.
Foi marcado encontro de administradores do BB e um representante dos funcionários de cada agência no Hotel Quatro Rodas em Salvador.
Como eu na época estava de passagem por Salvador, estive no evento mas não me deixavam entrar, pois não constava na lista de convidados. Foi então que encontrei o colega do Sindicato LESSIVAN que também tentava entrar e era barrado na entrada do auditório. Estávamos com vários panfletos contra a administração do Mario Berard e do Mailson da Nóbrega e havia já uma tremenda confusão na entrada do auditório porque outros colegas também queriam entrar.
Foi quando O Presidente Mário Berard chegou e perguntou o motivo de toda aquela confusão.
Respondemos que éramos funcionários e queríamos participar do encontro. O Sr. Mário Berard (Extremamente educado)nos solicitou a identificação funcional e ordenou que todos os que comprovassem vínculo com o BB fossem liberados para entrar.
Uma vez lá dentro(mais de 500 pessoas)a insatisfação com os rumos do BB ficou latente, inclusive por parte dos administradores baianos e todo o discurso da alta cúpula do BB foi prá "Cucuia" havendo gritos contra a direção do BB, foram jogados tomates, bolas de papel e outros objetos não perigosos no palco e uma enorme vaia contra aqueles que considero que fizeram a pior de todas as administrações do Banco do Brasil.
Baiano não espera, faz acontecer!
Quem diz isto é um carioca que conviveu muitos anos com os adoráveis baianos.

Anônimo disse...

EXCELENTE sua ideia do ES ESPECIAL DE 120 MESES, rogo para a Previ aceitar, seria a solução para a nefasta suspensão do BET e volta das contribuições.

Nos tiraram tudo e não nos dão nada em troca.

Antonio Carvalho disse...

Prezados:
- Anônimo de 17/03 - 11.08 hs.
Realmente devem rir muito de nossas fragilidades, mas, nada como um dia atrás do outro. Circularam informações de que nos chamaram de "Velhinhos Trambiqueiros".
- Bartolomeu: 18/03 - 6.20 hs e Honorino:
A campanha para eleição PREVI somente depois do dia 7 de abril.
- Anônimo: 18/03 - 6.58 hs. Comentários procedentes.
- Anônimo: 18/03 - 7.43 hs. Tem razão, grafei o valor equivocado. O percentual sobre o superávit está correto, mas o valor correto é: R$ 1,2 bilhões.
- Alvaro: 18/03. Você pode abrir uma conta salário.
- Anonimo - 18/03 - 17.01 hs. Aquele estudo deve ter sido engavetado ou arquivado em definitivo. Precisa ser retomado.
- Anônimo: 18/03 17.29 hs. Melhor que o BET seria corrigir nossos benefícios e realinhamento do plano.
- Anonimo: 20/03 - 16.57 hs.
Seus comentários procedem. Tenho conhecimento deste evento ocorrido em Salvador com Mario Berard. Sou Sergipano mas morei na Bahia durante mais 15 anos, como funci ativo e aposentado. Vou a Salvador com muita frequência.
Abraço a todos,
Carvalho.

Anônimo disse...

Agradeço sua sugestão encaminhada para a Previ, ótima ideia, que a Previ acate e implante o ES Especial.Seria um alívio para os aposentados e excelente negocio para a Previ.Isso sim é BOM PRA TODOS!