quarta-feira, 16 de julho de 2014

OS EFEITOS DO EMPRÉSTMO SIMPLES


Tenho lido vários comentários sobre as mudanças  no empréstimo simples. Concordo que vai aliviar muito pouco a situação dos endividados. Muitos não serão contemplados. Os ajustes poderiam ser melhores, possibilitando amenizar a situação momentânea de todos os participantes. Lamentavelmente, a proposta não contemplou integralmente a sugestão que enviei no início de junho, qual seja:

1 - Antecipar a revisão dos parâmetros de concessão dos benefícios;

2 - Elevar o prazo de pagamento para os endividados que desejassem, concedendo 6 meses de carência para retomada do pagamento das prestações. Nos Bancos isto é conhecido como: Ajustar o perfil da dívida.

Sabemos do esforço que os Diretores eleitos Cecilia e Decio fizeram para agregar melhorias no que foi aprovado.

Continuaremos lutando em defesa dos participantes.

Antonio J. CARVALHO

 


 
 
 
 

27 comentários:

Anônimo disse...

Dr.Carvalho,

A Previ ao lançar a suspensão do ES disse:

PRAZO DE PAGAMENTO:

Os prazos de pagamento dos contratos de ES com prestações suspensas serão prorrogados por três meses. Se no final do período contratado ainda existir saldo devedor remanescente, o valor poderá ser refinanciado em até seis meses.

Agora a Previ quer receber as 6 parcelas suspensas de uma só vez.

A Previ aumentou o limite para 145 mil justamente para receber as prestações em aberto.

A diretoria de seguridade perdeu a chance de pelo menos ter liberado para todos os tomadores de ES o prazo máximo de 120 parcelas.

Já que houve foi uma flexibilização nos prazos devia ter tido o bom senso de resolver a situação principal que era dos que suspenderam os empréstimos.

Agora já esta aprovado, e a Previ nunca volta atras e essa revisão foi usada para atacar os integrantes da chapa 3, para dizer bem assim.

Aqui já tem quem manda, vão devagar, pois as propostas sempre vão encontrar obstáculos.

Resta saber se os ELEITOS vão ter carta na manga daqui para frente para levar os planos a frente,sem superavit e com tantos problemas de gestão e revanche.

Mario Célio Costa e Silva
Miranda-MS

Mariano Branquinho disse...

Prezado Carvalho, peço-lhe que na medida do possível, endosse as sugestões apresentadas pelo Dr. Medeiros (AFBB_R), para uma possível melhora, ainda, na renovação do ES. Sds Mariano Branquinho

Anônimo disse...

A verdade é qu não fizeram nenhuma mudança.Apenas anteciparam a revisão do limite que deveria ocorrer em novembro correspondente a R$ 10.000,00 e mais R$ 5.000,00 para cobrir parte das parcelas que ficaram suspensas.O aumento do nº de parcelas somente para algumas faixas além de não beneficiar a todos não reduzirá muito o valor.Se a proposta inicial da Previ era até pior que essa como estão dizendo gostaria que nos informassem como era essa proposta.Será que queriam reduzir o limite e o prazo?

Anônimo disse...

Carvalho, para todos aqueles que como eu não dispõe de margem consignável, não haverá vantagem alguma. Haveria muitas formas de ajustar o saldo devedor gerado em razão da suspensão da cobrança. Os parâmetros divulgados não proporciona nenhum beneficio aqueles que estão sofrendo com a redução dos benefícios. Será que não existe nenhum conselheiro com o bom senso de enxergar que poderia ter sido proporcionado alguma melhoria.

Anônimo disse...

O resultado é tão vergonhoso quanto o desempenho da seleção brasileira. De que adianta tanto patrimônio se agora que ainda podemos viver, não podemos usufruir nada da vida.

Anônimo disse...

Não houve nenhuma melhoria para a legião dos endividados da Previ. Antes estava em dificuldade e com esperança, agora continua endividado e sem esperança. Até o ajuste das parcelas poderia ter sido melhor adequada.
Zenílson CADÉ de Araújo
João Pessoa-PB

NIVALDO ELIAS DOS SANTOS disse...

Prezado Carvalho,
Segundo o colega Mario Celio Costa e Silva, a previ ao suspender as 3 primeiras parcelas do ES disse que refinanciaria o saldo devedor em ate 6 meses. Agora ela esta cobrando tudo de uma vez? Nao cabe ai uma cobranca da promessa feita?
Abracos.





Rosângela disse...

Sr.Carvalho,
O seu prestígio é muito grande junto às associações de funcionários aposentados e pensionistas do BB.Peça que elas se manifestem a exemplo que fez a AFABB-RS.Isa Musa também já se manifestou que irá interceder pela FABB.
Reaviva os nossos ânimos Sr. Carvalho, como sempre fez em outras ocasioes.
Grata.
Rosângela.

Anônimo disse...

COLEGAS,

EMPRÉSTIMOS SIMPLES - Ainda tem mais um detalhe: a PREVI espertamente, limitou o prazo para se efetuar as renovações em 29/07/14. Sabem porque? Se voce renova dia 29/07 então o crédito estará disponível dentro do mes ou seja 31/07 e aí voce começa a pagar em 20/08/14 a prestação. Se pudesse renovar em 30/07 então o crédito sairia em 01/08/14, logo a primeira prestação seria em setembro/14.
Se mudarem para até 30/07/14 ficaremos sem pagar em 08/14. MELHORARIA.
PRESTEM ATENÇÃO. Até nisto fomos depenados.

Abs.

Marco Orlando disse...

Carvalho, Medeiros, Cecília, e Ari,

Apresento a seguinte sugestão que se viável, irá gerar um alivio financeiro para a grande maioria dos colegas.
Existe um ação coletiva da ANABB contra a Receita Federal, sobre a cobrança indevida(repetição de indébito) do Imposto de Renda sobre as contribuições para a PREVI (1/3)durante os anos de 1989 a 1995.
Existem ainda centenas de ações individuais já com transito em julgado(meu caso)da mesma natureza.
SUGIRO: Que a Cecília, Carvalho e Isa Musa, que fazem parte da gestão/conselhos da ANABB, solicitem a ANABB que entrem com um pedido em Juizo, para que tais ações(com jurisprudência firmada), sejam liquidadas via VALORES INCONTROVERSOS, evitando-se com isso diversos embargos que visam somente postergar a liquidação. Eventuais ganhos após a liquidação seriam pagos quando da liquidação definitiva da ação.
Consultei uma advogada e é possível propor tal procedimento.
Eu mesmo já solicitei a ANABB a adoção da medida para o meu caso.
Se a sugestão lograr êxito muitos estarão com a situação financeira resolvida, pelo menos em relação ao E.S. e perda do BET.
Marco Antonio Orlando

Anônimo disse...

Insone colega das 04:50 hs.

Consta no site da PREVI, entre outras informações:
"Flexibilização dos prazos máximos de pagamento para participantes entre 51 e 86 anos, nas contratações e renovações realizadas até 29/10/2014."

Então o prazo é ATÉ OUTUBRO e não julho...

E qual o motivo de ser 29 de outubro? Provavelmente porque em novembro entra o crédito da 2a. parcela do 13º salário.

Anônimo disse...

Prezado Carvalho, o PAS-Desequilíbrio Financeiro, existe especificamente para solucionar o problema ora instalado pela nossa própria caixa, sabe-se que o pessoal da ativa já utiliza tal benefício, a PREVI poderia muito bem estender o PAS para os aposentados, pois há incoerência quando esse benefício nos contempla em outras modalidades, como tratamento dentário, deixando-nos de fora na modalidade DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO, liguei para a PREVI sobre esse assunto e foi o maior jogo de empurra uma semana gastando interurbanos e ninguém lá sabia dar informações a respeito, faça isso por nós por favor.Tenha um bom dia obrigada.

Anônimo disse...

Qual o total que a Previ tem de ES em R$ em % do patrimônio?
A Previ deveria renegociar o ES simples com rebate de juros,alongamento do prazo e prestação fixa.A Previ perde R$ na bolsa de valores com aplicações em algumas ações de empresas.
Não pode amenizar o sofrimento financeiro dos Associados(legítimos donos).Eu por ex. tenho um beneficio bruto de R$ 2.519,00 recebo líquido R$ 942,00 (pago R# 1.177,00 de ES)vou correr para onde????

Marco Orlando disse...

Carvalho,
Sobre a minha sugestão das 07:06, esclareço que o pedido ao Juiz para que efetue a liquidação provisória da ação IR 1/3 PREVI, visa acelerar tal pagamento, uma vez que o Juiz pode decidir em caso de embargos por divergências de valores, mandar efetuar a imediata liquidação pelo MENOR valor discutido entre as partes e seguir com a ação até que sejam acertados os valores finais.
É assim que eu entendi e assim que recebi a minha ação do FGTS da ANABB (foram quatro pagamentos).
Marco Antonio Orlando

VALDEVINO disse...

Prezado Marco Orlando,
Também tenho ação individual, via Anabb, de IR 1/3 Previ, já transitada em julgado.
Na data de hoje, 19.07, encaminhei e-mail para o Dr. Ivo Evangelista Avila, com cópia para a ANABB, solicitando o pagamento pelo menor valor calculado de modo que a ação dê continuidade até final conclusão.
e-mail Dr. Ivo Evangelista Avila
"atendimento@ivoavila.adv.br"

Valdevino

Antonio Carvalho disse...

Concordo com muitas abordagens dos colegas e vamos continuar lutando por melhorias.
-Branquinho e Rosângela:
Concordo que deva ser analisada e aprofundada a proposta da AFABB - RS, que conta com apoio de Medeiros e de outros Colegas.
- Anônimo (17.07 - 7.3t hs):
Embora não tenha contemplado a todos, por falta de margem, afetada pela retomada das contribuições, houve elevação de prazo em 12 meses.
-Anonimo (17/07 - 7.37 hs):
Decisões de empréstimo simples é de competência da Diretoria. Defendo a busca de alternativas para atender os colegas não contemplados com as alterações dos parâmetros do empréstimo simples. Uma das saídas seria conceder 6 meses de carência, para quem desejasse e o saldo equivalente a carência de 12 meses (janeiro a dezembro de 2014), seria renegociado no final do prazo do empréstimo original.
- Nivaldo (17.07 - 11.55 hs):
Se houve promessa deve ser cobrada. Vou verificar com nossa Diretora Cecilia.
- Marcos (18.07 - 4.50 hs)
Repassei sua mensagem por e-mail para a Diretora da ANABB, nossa colega Tereza Godoy, responsável pela condução das ações. Farei contato.
- Anonimo (18.07 - 8.26 hs)
Enviei sua mensagem por e-mail para a nossa Diretora Cecilia para averiguações.
- Anonimo (18.07 - 16.13 hs)
Saldo Total de empréstimo Simples: R$ 4,9 bilhões. Equivale a 2,88% dos investimentos totais.
Abraço,
Carvalho

NIVALDO ELIAS DOS SANTOS disse...

COLEGAS, LEIAM POR FAVOR.
SR. CARVALHO, FAVOR PUBLICAR A POSTAGEM ABAIXO EXTRAIDA DO BLOG DO SR.ARI ZANELLA.OBRIGADO.


Enviar postagem por e-mail: Ari Zanella.
VANTAGEM OCULTA?

Intrigante a mensagem recebida por um anônimo chegada no dia de ontem. Seria de um diretor regional da Anabb (Regional 7) e nele consta todos os parâmetros decididos na terça passada sobre o ES, com exceção da possibilidade de suspensão das prestações, a partir de uma opção na data de contratação, nos moldes como faz o Banco do Brasil quando se contrata um empréstimo, há a opção de começar a pagá-lo bem lá na frente. Não existe nada oficial da PREVI, pelos menos por enquanto. No entanto, o amigão Medeiros deixou vazar nas entrelinhas de um comentário seu de que "embora a decisão já estivesse decidida pela diretoria...Mas sei também que todas as decisões são passíveis de aperfeiçoamento, de correções, de alterações..."

Ora, todas as informações do suposto e-mail são tiradas dos novos parâmetros do ES, porém neles não consta esta possível vantagem na hora da renovação. Saberemos amanhã, quando alguns farão a operação concreta no site da PREVI. Ou hoje se a PREVI resolver antecipar a pretensa novidade. Nada mal mais seis meses de suspensão. Vamos aguardar.



Anônimo disse...

Para V. conhecimento e dos demais, fui claro ao solicitar do ilustre Professor uma investigação. Segue para V. análise: Há no final do email o logo da Anabb e o nome do Diretor Vital. Regional - Direg 7
EMPRÉSTIMO SIMPLES PREVI - PLANO 1 - NOVOS ESCLARECIMENTOS
SISTEMA DE PROCESSAMENTO DO EMPRÉSTIMO NA PREVI - www.previ.com.br
Até o próximo dia 21 o autoatendimento PREVI estará com as normas antigas. Somente no dia 22 que você terá condições de verificar valores e prazos referentes ao seu empréstimo. Portanto, teremos que aguardar o dia 22(terça-feira) para renegociar os débitos ou novos empréstimos dentro das novas normas.PRAZO PARA REALIZAR OS NOVOS EMPRÉSTIMOSAs contratações e renovações, de acordo com as novas condições, poderão ser realizadas até 29/10/2014, com a possibilidade de flexibilização dos prazos máximos de pagamento para participantes entre 51 e 86 anos.
BENEFICIÁRIOS Todos os participantes do PLANO 1 (ativa e aposentados), mesmo que tenha feito empréstimo recentemente. SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DAS MENSALIDADES POR MAIS 6 MESES, OU SEJA, DE AGOSTO A JANEIRO/15 (pois o mês de julho foi debitado e não será estornado).Todos terão direito a este benefício. Porém, todos que se interessarem apenas pela SUSPENSÃO DO PAGAMENTO POR MAIS 6 MESES deverá renegociar o seu débito, mesmo que seja pelo saldo atual da dívida. Não haverá suspensão automática da cobrança das mensalidades. ALIVIO NAS FINANÇAS, MESMO QUE POR UM BREVE PERÍODOCom o aumento do limite dos empréstimos de R$ 130 mil para R$ 145 mil, todos deverão ter saldo para sacar. Com o alongamento dos prazos, os associados dentro da faixa etária de 51 a 86 anos poderão se beneficiar ainda da redução do valor da prestação, se optarem pelo prazo máximo, dependendo do valor do novo empréstimo. IMPORTANTE: TODOS OS ASSOCIADOS QUE DESEJAREM SE BENEFICIAR DA SUSPENSÃO DO PAGAMENTO DAS MENSALIDADES ATÉ DEZEMBRO/14 DEVERÃO FAZER NOVO EMPRÉSTIMO, MESMO QUE PELO MESMO VALOR DO SALDO DEVEDOR ATUAL, INDEPENDENTE SE DESEJA OU NÃO MAIOR PRAZO OU UTILIZAR EVENTUAL SALDO DISPONÍVEL ENTRE OS VALORES DOS NOVOS TETOS E SEU SALDO DEVEDOR ATUAL."

( Seguem os parâmetros já conhecidos e agora não reproduzidos.)

Anônimo disse...

Carvalho, e a luta pela melhoria de nossos benefícios? Nada a comentar?

Anônimo disse...

olá
Eu esperava algum benefício e não veio nenhum, apenas uma pequena alteração no prazo do pagamento do ES, que não muda em nada a situação. Criticar seria fácil mas eu não tenho a experiência de gerenciar uma empresa gigantesca como a PREVI sujeita a uma quantidade enorme de leis, algumas absurdas, então eu me calo.

Eu gostaria apenas de saber se a manutenção da suspensão do pagamento do ES até dezembro junto com a possibilidade de 2 ou 3 por cento de reajuste acima do índice oficial foi estudada? Não resolveria mas aliviaria no encargo da volta do pagamento da contribuição para previ e o valor pago no ES.

Boa sorte para você Carvalho e espero que toda as afirmações pré eleitoral tenha sido sinceras.

um abraço

aristoteles vale soares

Antonio Carvalho disse...

-Anônimo: (21.07 - 13.34 hs)
Nossa luta está começando. Temos várias frentes a serem tratadas, de acordo com o nosso programa de campanha. Elegemos prioridades, dentre as quais a implantação do teto para estatutários e aprovação do PDS 275/2012, para permitir melhorias de benefícios, quando houver superávit (reservas especiais), conforme determina a Lei 109/2001.Vamos lutar, sim. A gestão é compartilhada, como sempre divulguei e as decisões dependem da concordância do Banco.
-Anônimo: (21.07 -17.07 hs).
Sua abordagem é procedente.
O que foi aprovado foi a concessão de novo empréstimos com valor maior e prazo mais elevado, para liquidar o anterior. Ocorre que a prestação sobe e o novo em´préstimo não se realiza por falta de margem, que, certamente, foi afetada com a volta da cobrança das contribuições. O momento é de fato adverso e muito difícil para aqueles que estão endividados e que tiveram receitas reduzidas por força da suspensão do BET antes do prazo previsto.
A sugestão que enviei à Diretoria era no sentido de renegociar a dívida, alongando prazo e conceder 6 meses de carência, tipo uma composição de dívidas.
O efeito desta medida seria o impedimento temporário de tomada de novos empréstimos, possível somente quando houvesse margem e aí sim entraria na regra de um novo empréstimos para liquidação do anterior.
Acredito que seria melhor solução e poderia atender a todos que desejassem, neste momento de tantas angústias.
Como já divulguei, a decisão sobre empréstimo é da Diretoria, a partir de proposta apresentada pela Diretoria de Seguridade.
Vamos insistir na busca de alternativas e neste sentido vou reapresentar uma nova sugestão para a Diretoria.
Abraço,
Carvalho.

Anônimo disse...

Carvalho,

Encaminhei-lhe uma correspondência para a Previ dia 02/06/14 por AR e até hoje não recebi sua resposta.
Ela chegou às suas mãos?
CELSO BERNARDES
FORMIGA-MG

Anônimo disse...

Eu não tenho dúvida de que você tem se dedicado e procurado nos ajudar.Mas se nem um ES melhor que ajudasse pouco mas a todos igualmente vocês conseguiram eu não acredito em outras propostas mais difíceis.

Villela disse...

Caríssimo colega e diretor Carvalho,
já tive a oportunidade de conhecê-lo
pessoalmente na sala dos aposentados
em Campina Grande (PB)onde vc esteve com a nossa colega Socorro da AAFBB PB.
Estamos vivenciando um momento de extrema dificuldade pois nossa margem consignável está negativa, como também de milhares de colegas, estão na mesma situação,peço que vc intervenha no sentido da PREVI desconsiderar as prestações, como tb a CAPEC e a CASSI, para que tenhamos acesso a renovação do ES.
Pedimos que vc leve ao conhecimento tb da Dra. Cecilia Garcez esta nossa reivindicação urgentemente. Estamos no limite de um ataque de nervos. Muitos adoecerão ou morrerão em razão desta situação de extrema aflição por que estamos passando. Pedimos o seu socorro urgente!
Que Deus abençoe você e toda a sua família!
Atenciosamente,
Villela
mat.2440520-5
Anônimo jamais!

Anônimo disse...

ATENÇÃO:
PEDIMOS “RENEGOCIAÇÃO” PARA HONRARMOS OS COMPROMISSOS DENTRO DE NOSSA CAPACIDADE DE PAGAMENTO”. (NADA)
ALGUNS, MERECIDAMENTE, RECEBERAM RECURSOS NOVOS COMO ÚNICA ALTERNATIVA E COM ELEVAÇÃO VALOR DA PARCELA E, ESTES, TAMBÉM QUERIAM RENEGOCIAÇÃO, resultando em INCREMENTO DA CARTEIRA DE ATIVOS DA PREVI E TENDO COMO ORIGEM DOS RECURSOS O NOSSO PRÓPRIO DINHEIRO. (CONTRIBUIMOS COM “CUSTO ZERO” E TOMAMOS A TAXAS ACIMA DA POUPANÇA E SELIC, GERANDO SPREADS PARA A PREVI).
PARA DESCANSO DOS BLOGS, SUGIRO:
SENHORES MEDEIROS, ARI, CARVALHO E SENHORA CECÍLIA QUE POSTEM EM SEUS BLOGS:
“ES”. JÁ DECIDIDO. ASSUNTO ENCERRADO. NÃO HAVERÁ MUDANÇAS. NÃO EXISTEM ESTUDOS A CURTO PRAZO PARA RENEGOCIAÇÃO DO SALDO DO “ES” PARA AQUELES SEM MARGEM. TOTALMENTE DESCARTADO.
CONCLUSÃO: NÃO CONTINUARÍAMOS SOFRENDO POR ESPERANÇA, PERSPECTIVA E ILUSÕES, QUE SE ESTENDEM A NOSSOS FAMILIARES, PERMANECENDO A DECEPÇÃO, FRUSTAÇÃO, DÚVIDAS, INCERTEZAS. HOJE, SÉCULO XXI, COMO JÁ NÃO EXISTEM CIDADÃOS QUE DESCONHECEM O DIA A DIA DA POLÍTICA NACIONAL, NÓS, TAMBÉM, COM TODA NOSSA IGNORÂNCIA, CONHECEMOS, UM POUCO, DESSA CAIXA DE PREVIDÊNCIA.
COM 23 ANOS DE VIDA, A LEI 5.764/1971 QUE NORMATIZA AS COOPERATIVAS COM EXTENSÃO ÀS ASSOCIAÇÕES, BRILHANTEMENTE, DETERMINA “TRATAMENTO IGUAL PARA TODOS E FORA O “FAVORECIMENTO”.
AQUI DESPEÇO. SE DEUS FOR PACIENTE E NÃO ME RECOLHER, ANO QUE VEM ESTAREI AQUI FALANDO COISAS DIFERENTES E OUVINDO AS MESMAS RESPOSTAS.
OBRIGADO PREVI: MEU BENEFÍCIO (2013: 62 ANOS / 2014: 63 ANOS: (GANHEI PRAZO DE 108 PARA 108 MESES.)
OBRIGADO PREVI: CONTRATO BILATERAL (108 MESES COM PRESTAÇÃO MENSAL): (GANHEI: PAGAMENTO DE UMA SÓ VEZ DE 06 PARCELAS MENSAIS QUE FORAM SUSPENSAS POR SUGESTÃO DA CREDORA (PREVI).

Antonio Carvalho disse...

Recebo, leio e acompanho manifestações que circulam nos grupos, blogs e e-mails, sobre o empréstimo simples.
Compreendo as inquietações e angústias de muitos.
Vamos continuar lutando para que se encontre alternativas capazes de amenizar a situação dos mais endividados.
Não devemos cruzar os braços e isto não vou fazer, podem ter certeza.
Carvalho.

Anônimo disse...

Prezado Carvalho,
Saber que a luta continua já é uma esperança. Na nossa situação não dá para pensar "acabou".Tudo pode ser modificado.Depende da insistência e dos argumentos.Obrigada por não cruzar os braços.

Anônimo disse...

É isso, Carvalho, vamos torcer para que sua proposta seja acolhida e mais assistidos devedores do ES possam renová-lo. Como diz o colega aí acima, é importante dar continuidade a luta. Por isso, que você, D.Cecilia, Dr. Medeiros e o professor Ari jamais deixem de cobrar desse pessoal insensível, principalmente o Marcel da seguridade, é o que pedimos.

Daqui do nordeste, cordial abraço.