sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

PREVI - ESCLARECIMENTOS DOS ELEITOS EM 2014



Transcrevemos, abaixo, Esclarecimentos prestados pelos eleitos em 2014. Com estes esclarecimentos pretendemos encerrar este assunto e retomar nossa agenda positiva. Desejando conhecer tudo o que foi divulgado pela imprensa, os apoios e os repúdios sobre este assunto, clique nos links disponibilizados no final dos esclarecimentos.

Abraço,

Carvalho.

“O Manifesto por nós assinado por ocasião do encerramento do 35o. Congresso da ABRAPP – Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar, em conjunto com representantes eleitos de outros Fundos de Pensão, elencou uma série de ações destinadas a criar uma agenda positiva para aqueles que direta ou indiretamente dependem dos mencionados Fundos de empresas estatais e paraestatais, e também estabeleceu a criação de um Fórum Permanente de Debates sobre temas estratégicos.
Dito documento teve como único e determinado objetivo buscar alternativas para salvaguardar os interesses de milhares e milhares de brasileiros/as, via proteção das instituições de previdência complementar ali mencionadas.
A partir da repercussão na imprensa, especialmente por meio de nota publicada pelo Correio Brasiliense, a Previ se deixou levar por versões e não pelos estritos termos do Manifesto, chegando inclusive a censurar representantes do corpo de associados/as daquela Previ, por eles/as legitimamente eleitos/as.
 Idêntica atitude foi adotada, no mesmo tom, por dirigentes e conselheiros eleitos em 2012, num posicionamento que denotou inclusive uma inversão de papéis de representação para os quais foram designados.
Como seguem surgindo versões e interpretações que em nada contribuem para o fortalecimento da defesa de nossos representados, esclarecemos:
1 – No Manifesto, em nenhum momento foram mencionados aspectos específicos da PREVI.
2 – Os firmantes daquele documento exerceram o inalienável direito de livre expressão, manifestação e reunião, assegurado na Constituição Federal.
3 – Somos os primeiros a reconhecer a importância e a robustez da PREVI e todas as nossas ações são e serão no sentido de fortalecer a posição da Entidade no contexto nacional e internacional, na expectativa de que isto possa se reverter em benefício para os verdadeiros donos e donas da Entidade.
4- Lamentamos as severas e descabidas críticas feitas pela Previ e pelo grupamento de eleitos de 2012, que aparentemente não se deram nem ao trabalho de ler os termos do Manifesto, preferindo basear-se em interpretações jornalísticas ou de outra natureza. Nesse sentido, parece-nos conveniente reproduzir os sentimentos expressados por um colega bancário, nas redes sociais:
 “• A diretoria buscou desautorizar os conselheiros signatários do manifesto, mas apenas demonstrou desrespeito a um órgão superior e uma clara insubordinação. Subverteu a hierarquia, pois está subordinada ao Conselho Deliberativo, e só esse poderia emitir semelhante “nota” contrária a alguns de seus membros. • A nota está no sentido oposto das evidências e informações que são públicas, e não de hoje, de interferência do governo nos fundos de pensão”.
Por oportuno, para plena transparência e reestabelecimento da verdade, ao final desta mensagem de esclarecimento disponibilizamos alguns links relevantes sobre o assunto:
Finalmente, queremos aqui uma vez mais reafirmar nossos compromissos antes assumidos em favor da defesa permanente dos interesses dos donos e donas da Previ, a qual queremos sempre Livre, Forte e de Todos.
PREVI LIVRE, FORTE E DE TODOS - ELEITOS 2014”.
 PUBLICAÇÕES RELEVANTES SOBRE O ASSUNTO
1 - O MANIFESTO ORIGINAL:
- http://previlivre.com.br/wp-content/uploads/2014/03/manifesto.pdf
2 – DIVULGAÇÃO EM NOSSO SITE
3 –PUBLICAÇÃO NO CORREIO BRASILIENSE E REPERCUSSÕES:
- https://blogdosbancarios.wordpress.com/2014/11/19/revolta-nos-fundos-de-pensao/ -
4 – REPÚDIO OFICIAL DA PREVI:
5 – REPÚDIO DOS ELEITOS EM 2012:
6 – APOIO INSTITUCIONAL DA FAABB E REPERCUSSÕES:
8 - O GLOBO E REPERCUSSÕES:
- https://blogdosbancarios.wordpress.com/2014/11/24/previ-fundo-do-bb-diz-que-tem-gestao-autonoma/
9 - PUBLICAÇÃO EM BLOGS DOS ELEITOS EM 2014:
- Diretora Cecília Garcez.
- http://ceciliagarcez.blogspot.com.br/2014/11/seriedade-e-mais-respeito-com-os.html -
- Conselheiro Carvalho:
- Conselheiro Medeiros:
- Conselheiro Zanella:
http://arizanella.blogspot.com.br/2014/11/resposta-altura-de-mestres.html - See more at:
http://previlivre.com.br/manifesto-dos-eleitos-esclarecimentos/#sthash.iYGF1tFh.dpuf

4 comentários:

Marcelino Maus disse...

Sobre:

"Como no caso do BET, a Cooperforte já sabia bem antes de nos que seria suspenso.Acho que no caso da retirada do desconto da fopag, a Cooperforte também já sabia há tempos."

Se, no BB e na Previ, TUDO é maquiado, orquestrado pelo PT, precisamos AJUIZAR o cumprimento do ACORDO BET de 2010, que previa distribuição dos 20% até 12/2014 !

SE as reservas esgotaram-se antes desse prazo, pergunto:
O BB devolveu sua parte dos 7,5 BI mais outros créditos compensados com suas dívidas .... 20 BILHÕES ?

Senhores da Chapa 3, Conselho Fiscal, ANABB: promovam uma TEMPESTADE DE AÇÕES.
Urge que se manifestem sob pena de serem também taxados "mensaleiros"

Só nos resta a esperança que as AFFAs (ANAPLAB...) NUNCA SE CURVARÃO aos PeTralhas.

QUERO MEU DINHEIRO DE VOLTA !
- Os 20 ou 40 Bilhões que o BB usurpou da Previ na apropriação ILEGAL do Superávit;
- Outros tantos Bilhões de Prejuízos nas Estatais por culpa dos PeTralhas, que corroeu o Valor das Empresas com perdas irreversíveis aos Investimentos da Previ.

PATROCINADOR não é Participante nem Assistido, não tem direito a Excedente nenhum.

Senhores da ANAPLAB, favor disponibilizar dossiê que colecione essas FRAUDES, para que QUALQUER Participante do PB1 sa PREVI ingresse INDIVIDUALMENTE na Justiça contra a PREVI.

Vamos ver o que farão com dezenas de milhares de Ações impetradas no PROCON (gratuitas).

Funcionários da Ativa, com vínculo no BB, poderiam utilizar a Justiça do Trabalho, sem advogado, valendo-se do "Jus Postulandi" ?

Marcelino Maus disse...

Re-Ratificando

"Como no caso do BET, a Cooperforte já sabia bem antes de nos que seria suspenso.Acho que no caso da retirada do desconto da fopag, a Cooperforte também já sabia há tempos."

Se, no BB e na Previ, TUDO é maquiado, orquestrado pelo PT, precisamos AJUIZAR o cumprimento do ACORDO BET de 2010, que previa distribuição dos 20% até 12/2014 !

SE as reservas esgotaram-se antes desse prazo, pergunto:
O BB devolveu sua parte dos 7,5 BI mais outros créditos compensados com suas dívidas .... 20 BILHÕES ?

Senhores da Chapa 3, Conselho Fiscal, ANABB: promovam uma TEMPESTADE DE AÇÕES.
- A ANABB que se mostra inerte e subserviente pode ser classificada como "mensaleira"?
Só nos resta a esperança que as AFFAs (ANAPLAB...) NUNCA SE CURVARÃO aos PeTralhas.

QUERO MEU DINHEIRO DE VOLTA !
- Os 20 ou 40 Bilhões que o BB usurpou da Previ na apropriação ILEGAL do Superávit;
- Outros tantos Bilhões de Prejuízos nas Estatais por culpa dos PeTralhas, que corroeu o Valor das Empresas com perdas irreversíveis aos Investimentos da Previ.

PATROCINADOR não é Participante nem Assistido, não tem direito a Excedente nenhum.

Senhores da ANAPLAB, favor disponibilizar dossiê que colecione essas FRAUDES, para que QUALQUER Participante do PB1 da PREVI ingresse INDIVIDUALMENTE na Justiça contra a PREVI.

Vamos ver o que farão com dezenas de milhares de Ações impetradas no PROCON ou JT (gratuitas) ou Vara Cível (tem custas).

Funcionários da Ativa, com vínculo no BB, poderiam utilizar a Justiça do Trabalho, sem advogado, valendo-se do "Jus Postulandi" ?

Marcelino Maus disse...

Solicito informações sobre porque a Previ computa a Contribuição à CASSI na MC de 30%, se a Lei 10.820 e o Decreto 4.840 não fazem previsão desse procedimento:

O Decreto n. 4.840/2003, em seu artigo 2º, § 2º, estipula o que seria considerado como remuneração disponível do empregado:

§ 2º - Para os fins deste Decreto, considera-se remuneração disponível a parcela remanescente da remuneração básica após a dedução das consignações compulsórias, assim entendidas as efetuadas a título de:
I - contribuição para a Previdência Social oficial;
II - pensão alimentícia judicial;
III - imposto sobre rendimentos do trabalho;
IV - decisão judicial ou administrativa;
V - mensalidade e contribuição em favor de entidades sindicais;
VI - outros descontos compulsórios instituídos por lei ou decorrentes de contrato de trabalho.

C820 - CASSI CONTR. PESSOAL.

A Maioria das Empresas, inclusive Estatais e Entidades Públicas, não consideram as Contribuições a Planos de Saúde como redutoras da Margem Consignável de 30%.

Anônimo disse...

COLEGAS,
PENSEM BEM ANTES DE RETIRAR DA FOPAG PREVI A COOPERFORTE:
O CÁLCULO É SIMPLES, VEJA O MEU CASO BEM RESUMIDAMENTE.
Margem disponível espelho de outubro de 2.014 = 11,70 (+)
Com as mudanças de 21.01.2015:
Inclui no cálculo a CAPEC = 311,46 (-)
Inclui no cálculo anabb seguros = 30,94 (-)
Inclui no cálculo anabb mensalidades = 33,52 (-)
Inclui no cálculo cooperforte = 1.212,00 (-)
Resultado:
(11,70 – 311,46 – 30,94 – 33,52 – 1.212,00) = margem negativa (-1.576,22)
Se excluir cooperforte (-1.576,22 + 1.212,00 ) = -( - 364,22)

Mesmo sem a cooperforte, vou reduzir minha MC de 11,70 positivo
Para 364,22 negativo. É mole ?
QUANTO A SIMPLES REDUÇÃO PARCELA A PARTIR 21.01.2015:
MEU CASO
108 M VAI PARA 120 MESES = 11,11%
O MESMO PERCENTUAL SE APLICA À PRESTAÇÃO ATUAL:
R$ 2.002,09 – 11,11% = 222,43 (2.002,09 – 222,43) = 1.779,66
SIMPLES REDUÇÃO DE APROXIMADAMENTE 11% ou seja 222,43.
Resolve nosso problema ? o meu não resolve.