quarta-feira, 23 de setembro de 2015

ANABB - ELEIÇÃO 2015

Na eleição da ANABB que ocorrerá no período de 01/10 a 03/11 de 2015, não se vota em chapas fechadas, apesar de existirem grupos de afinidades. Na campanha, circulam várias listas, contendo uma variedade de nomes, inclusive oriundos de grupos diferentes. Esta eleição é muito democrática. Vota-se no candidato. Pode-se votar em até:
21 nomes para Conselheiros Deliberativos; e 3 Conselheiros Fiscais: 1 Diretor Regional; e 1 representante de Unidades do Banco.
Além de jornais de campanha e de listas de candidatos que irão circular, a cargo de pessoas e de grupos, a ANABB enviará no período de 30/09 a 13/10 de 2015, para todos os associados um jornal com todos os candidatos e com a cédula de votação. Pode-se votar pela internet e pelo correio.
 Atenção: É muito comum greves nos Correios nesta época, podendo dificultar a votação por via postal. Para votar pela internet é obrigatório o uso da senha de 6 dígitos. Para quem ainda não possui ou aqueles que já têm e esqueceu, recomenda-se cadastrar/atualizar senha e o endereço, se for o caso, até o dia 28/09/2015, pelos canais abaixo:
a) site www.anabb.org.br (opção autoatendimento);
b) telefone 0800 727 9669;
Os Diretores serão escolhidos pelos Conselheiros eleitos, em votação interna.
Atendendo a pedidos de vários associados, candidatei-me ao Conselho Deliberativo.
Número: 111 – Antonio Jose de Carvalho (Carvalho). Tenho a convicção de que a ANABB precisa de Conselheiros comprometidos e independentes para fazer os enfrentamentos em defesa dos associados, lutando para: Alterar o Estatuto e Regulamentos; Melhorar o modelo de gestão; Buscar eficiência administrativa; Otimizar os recursos; Acompanhar e cobrar os eleitos das Entidades.
Exerça seu direito democrático, votando. Vote livre, nos melhores candidatos a seu critério.
Para se atualizar, acesse, adicione e participe do meu blog: WWW.ajccarvalho.com.br.

111 – Antonio Jose de Carvalho.

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

PREVI - Novos Critérios para Indicação de Conselheiros

A PREVI divulgou em seu site novos critérios para indicação de Conselheiros em empresas participadas, aprovados na reunião do Conselho Deliberativo de agosto de 2015.
Considero um grande avanço. Considero que o processo ainda precisa ser aperfeiçoado.
Resumo das principais mudanças e outras informações divulgadas pela PREVI:
1. Obrigatoriedade de comprovação das informações curriculares
2. A próxima seleção de conselheiros segue os prazos abaixo:
Atividades
Prazos (*)
Cadastramento/atualização curricular/envio dos documentos comprobatórios
9/11/2015 a 11/12/2015
Fechamento do cadastramento/atualização dos currículos
11/12/2015
(*) Os prazos podem sofrer alterações devido a ajustes nos sistemas
3. Critérios classificatórios: As indicações recairão sobre os 300 melhores classificados no ranking de pontuação
4. Pontuação de cada grupo de quesitos
Grupo de quesito
Pontuação
Formação acadêmica
28
Experiência profissional
37
Experiência em órgãos colegiados
19
Conhecimentos de interesse específico
16
 5. Após o cadastramento o candidato pode visualizar sua pontuação.
6. Renovação do contingente de conselheiros: Após quatro anos ininterruptos de mandato, o conselheiro terá um intervalo obrigatório de pelo menos um ano para que possa receber nova indicação. Os próximos dois processos seletivos - 2016 e 2017 – constituirão um período de transição para a aplicação da regra, de modo a não gerar descontinuidade no acompanhamento das empresas participadas.
6 - Por oportuno, acrescento outras informações, ainda não disponibilizadas pela PREVI:
a – Para classificação os candidatos deverão obter no mínimo 50 pontos em seus currículos;
b – Serão desclassificados os candidatos em conflitos de interesses com a PREVI. Exemplo: Ações executivas. Será objeto de parecer jurídico os que movem ações contra o Banco.
c – Mediante justificativa, será permitida a indicação de no máximo 5% de candidatos fora dos 300 melhores classificados, desde que obtenham, no mínimo, 50 pontos no currículo;
d – Para inibir conflitos de interesses e para empresas de controle difuso será admitida a indicação de no mínimo 5% e no máximo 10% de Conselheiros Externos, obedecidos aos mesmos critérios aplicados aos participantes da PREVI.
 e – No quesito Experiência Profissional será permitido o registro de funcionários com no mínimo 5 anos de atividades no Banco, Cassi e Previ.
f – Deverá ser aperfeiçoado o processo de avaliação de Conselheiros.
OBSERVAÇÕES:
Votei pela não permissão de acúmulos de Conselho, que deveria ocorrer, somente, em casos de absoluta e comprovada excepcionalidade.
Antonio Jose de Carvalho (Carvalho)

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

ANABB – ELEIÇÃO 2015 – informações

No período de 01/10 a 03/11 de 2015, elegeremos para ANABB: Conselheiros Deliberativos, Fiscais, Diretores Regionais e Representantes nas Unidades do Banco. A ANABB já divulgou a relação de candidatos inscritos, onde me incluo.
Poderão votar os sócios efetivos e contribuintes internos em até: 21 Conselheiros Deliberativos; e 3  Fiscais: 1 Diretor Regional; 1 representante de Unidades do Banco.
O jornal com todos os candidatos e com a cédula de votação será enviado aos eleitores entre os dias 30/09 a 13/10 de 2015.
Até o dia 28/09/2015, é importante e necessário a atualização de endereços, criação e ou renovação de senhas, para quem esqueceu,  através do:
a) site www.anabb.org.br (opção autoatendimento);
b) telefone 0800 727 9669;
Pode-se votar, por meio eletrônico através do site www.anabb.org.br, usando a senha da ANABB ou enviando a cédula pelo correio.
Os Diretores serão escolhidos pelos Conselheiros eleitos, em votação interna.
Conforme normativos poderão ser impugnados candidatos que fizerem propaganda político-partidária, religiosa, racial e ofensiva. Devemos denunciar, se for o caso.
Entendo que a eleição da ANABB é muito democrática. Existem grupos de afinidades, mas, a votação é pessoal, no candidato e não em chapa fechada.
Sou simpático que este modelo seja implantado em outras Entidades. Oportunamente, provocarei este debate na PREVI.
Atendendo pedidos, candidatei-me ao Conselho Deliberativo, com a convicção de que a ANABB precisa melhorar o modelo de gestão, inovando, criando, otimizando os recursos e focando, sempre, na defesa dos associados, razão de sua existência.
Verifique no site da ANABB se Você está apto a votar e se o seu endereço está correto. Considero de suma importância a participação de todos os associados no processo de votação, votando, livre e consciente nos melhores candidatos, a critério de cada um.
Abraço,

Antonio Jose de CARVALHO.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

PREVI - CPI DOS FUNDOS DE PENSÃO

Em 03/09/2015, Deputados interrogaram o Presidente da PREVI, na CPI dos Fundos de Pensão.
1 – O Presidente Gueitiro fez uma apresentação inicial, destacando: Governança; Paridade na Gestão; Segregação de funções; O corpo técnico; Alçadas: Controles e fiscalizações; Política de Investimentos; Composição dos investimentos e rentabilidade histórica.
2 - Abaixo, resumo das principais respostas de Gueitiro aos Parlamentares. Alegou sua indicação técnica para a PREVI. Disse não ser filiado a partidos e nunca militou na política.
a) - Voto de Minerva: Nunca foi usado para decisão sobre investimentos;
b) - Petrobrás: Contratou Assessor Jurídico especializado. Recomendou ações administrativas;
c) - Invepar: Valorização elevada dos ativos, em relação aos investimentos iniciais feitos;
d) - Bancop: O investimento em 2005 era bom. A PREVI recuperou em 2009 pela meta atuarial;
e) - Bangraf: Contratos para impressões até 2011, com tomada de preços com 3 orçamentos;
f) - Bônus: Não teve Bônus. Entre 2011 a 2013 foi feita adequação com o Banco, pelo Acordo de cessão. Hoje existe a remuneração variável até 6 salários, aprovado em maio de 2015. Igual aos funcionários de carreira. A mesma regra do Banco;
 g) - Sete Brasil: Investidos R$ 180 milhões em 2011. Na época foi um bom investimento. Alinhado às práticas da PREVI. Já solicitou entrar com ações contra os administradores. Não aumentou a participação. Foram analisados os contratos. Feita auditoria pela KPMG. Não foram encontradas irregularidades. Acredita que será recuperado o investimento;
h) - Grupo “X”: Antes fazia parte das melhores ações da Bolsa. A PREVI perdeu R$ 36 milhões;
i) - Sauípe: A estratégia não foi acertada na época. Busca recuperação parcial do capital;
j) - Política de Investimento: É rigorosamente cumprida. Na PREVI é adotada como uma Lei;
k) - Desenquadramento da PREVI: Existe na C.P.F.L, Neo Energia, Kleper. Na Vale existe acordo de acionistas. As ações hoje estão abaixo do valor patrimonial. Não haverá vendas na baixa.
l) - Indicação de Conselheiros: Aprovado novo processo em agosto de 2015. Nunca foram levadas em consideração filiações partidárias. No processo indicação são utilizados critérios;
m) - Teto de Benefício: O Banco desistiu da assinatura e o TAC e foi encerrado na PREVIC. Não existe na Lei. A PREVI não está irregular. Está adequada à Lei. O Debate ocorre desde 2010 e está instalado no Comitê de Seguridade. No próximo mês deve-se chegar a um consenso;
n) - Resolução CGPC 26/2008: Derivou das Leis 108 e 109/2011. A Legislação determina fazer a distribuição. Parte foi para o Banco. Os recursos continuam na PREVI. A PREVI se baseia na Resolução. A Legislação determina a paridade. A PREVI Cumpre esta Lei;
o) - Déficits: Existem reservas matemática e de contingência e superávits acumulados. Quedas provocadas substancialmente pela Vale, Ambev, Petrobrás. É conjuntural. Os ativos são bons. Ao longo do tempo voltarão. Elevação de contribuições somente depois de 3 anos;
3 –Destaco abaixo, os temas considerados pelos Deputados como respostas insatisfatórias ou incompletas, sobre os quais foi solicitada a apresentação de processos,documentos/relatórios:
a – Petrobrás: Estudo Jurídico;
b – Sete Brasil: Banco estruturador do projeto. Relatório técnico que recomendou o negócio;
c – Empreendimento Cidade de São Paulo: Quanto gastou. Com quem negociou;
d – Indicação de Conselheiros: Relatório de avaliação, nomes indicados, critérios e rankings;
e – Investimentos: Documento com Indicação dos 10 em que acendeu a luz amarela;
f – Resolução 26/2008: Informar o valor usado pelo Banco e a forma de contabilização;
g – Bônus: Informar os valores pagos e documentos com transparência;
h – Bangraf: Apresentar os processos de contratação;
4 - Deputados consideraram a Legislação inadequada. Prometeram aperfeiçoar.
Feito o acesso, selecione um orador de cada vez.
Abraço,
Antonio J. CARVALHO.



quarta-feira, 2 de setembro de 2015

ANABB - ELEIÇÃO 2015

Conforme divulgado pela Comissão Eleitoral, começou hoje e vai até o dia 8 de setembro o período para inscrições de candidatos à concorrência de cargos na eleição da ANABB.
 Serão eleitos 21 Conselheiros Deliberativos, três Conselheiros Fiscais, 66 Diretores Regionais e representantes nas Unidades do Banco.
A votação ocorrerá no período de 01/10/2015 até 03/11/2015, pela internet ou pela postagem da cédula de votação no correio.
Quem desejar votar pela internet deve possuir a senha de acesso à ANABB. Quem ainda não tem ou esqueceu, deve cadastrar até o dia 28 de setembro.
Em minha opinião, a eleição da ANABB, por ser pessoal, é muito legítima e democrática. O eleitor pode votar em um e em até 21 candidatos para Conselheiro Deliberativo e até três para o Conselho Fiscal e somente um para Diretor Regional da sua jurisdição. Não se vota em chapas fechadas.
Para maiores informações acessem ao site: WWW.anabb.org.br e conheça o regulamento da eleição, edital de convocação, regras e forma para inscrição de candidatos e outras notícias e informações divulgadas pela Comissão Eleitoral.

Dúvidas: Ligue para os membros da Comissão Eleitora nos telefones: 61-34429671 ou 61-34429676.
Antonio J. CARVALHO.