domingo, 31 de julho de 2016

PREVI - INVESTIMENTOS CONCENTRADOS - VALE DIVULGA RESULTADO SEMESTRAL


A PREVI tem R$ 24 bilhões na VALE, a valor econômico em 2015, equivalentes a 15,7% do total dos investimentos do Plano 1 e 32,6% da renda variável. Este investimento, não passível de desfazimento por força de acordo de acionistas que vencerá em maio de 2017, foi feito na privatização em 1997, por meio da Litel, acionista da Valepar, controladora da VALE.
A participação na VALE impactou em R$ 7,8 bilhões o déficit de R$ 28 bilhões da PREVI em de 2015.  O impacto seria pior, tivesse considerado o valor de mercado, descasado do valor econômico, usado para efeito contábil na PREVI.

O jornal “O Estado de São Paulo” edição de 28/07/2016, dentre outros informe, divulgou que a VALE:
A) - Reverteu prejuízo e apresentou lucro líquido de R$ 9,8 bilhões no primeiro semestre de 2016. O EBITDA (Lucro antes de juros, impostos e depreciações) foi de R$ 16 bilhões, aumento de 40% em relação ao primeiro semestre de 2015. Já a receita líquida do semestre, R$ 45 bilhões, registrou alta de 15%.
B) - Apresentou recorde de produção de minério de ferro, cuja meta é de 340 a 350 milhões de toneladas em 2016; Menor custo (US$ 30 a tonelada entregue na China, maior compradora, ante US$ 40 em 2015); Melhor preço (US$ 54 a tonelada, contra US$ 45 em 2015). No passado o minério já foi vendido a US$ 190 a tonelada.
C) – Contabilizou lucro de R$ 3,5 bilhões no segundo trimestre, afetado pela provisão de R$ 3,7 bilhões, (acidente ocorrido em Mariana), responsabilidade secundária da VALE que detém 50% do capital da Sanmarco, dada à reduzida expectativa de retorno das operações da Sanmarco em 2016, pela incerteza dos processos de licenciamento ambiental. O valor provisionado poderá ser revertido no futuro, diante da expectativa de que a Sanmarco volte a operar em 2017.

O Diretor de Finanças da VALE informou que concluiu o ciclo de grandes investimentos estratégicos iniciados em 2008, tornando-se mais competitiva e que está buscando a redução de dívidas para, a partir de 2017, com mais caixa e menos gasto, voltar a distribuir melhores resultados aos sócios.

Constata-se um bom desempenho da PREVI em 2016, motivado pela melhoria da bolsa de valores, mas que, o déficit acumulado continua elevado. Destaque-se que a PREVI considera nos balanços intermediários os valores econômicos da VALE, Neoenergia e INVEPAR, posição em dezembro de 2015, pois, as avaliações destas empresas são realizadas ao final de cada exercício.

Antonio J. CARVALHO.
Blog do Carvalho: WWW.ajccarvalho.com.br 

terça-feira, 26 de julho de 2016

ELEIÇÃO NA PREVI

No período de 26/08 a 15/09 será eleito o novo Diretor de Planejamento da PREVI (mandato tampão, até 31/05/2018), em substituição ao ex-diretor Décio Botechia que renunciou, justificando motivo de saúde, conforme divulgado no site da PREVI no dia 16/06/2016, registrando que Décio aprimorou metodologia para o desenvolvimento e acompanhamento das políticas de investimentos e discussões do projeto ciclo de vida.
Para a nova eleição foram inscritos sete candidatos. A homologação será feita até 12 de agosto, quando se iniciará a campanha. Conheça os inscritos: Amir Santos; André Fraga; Elaine Michel; Jose Carlos; Luis Satoru; Marcio de Souza; Sylvio Eugênio.
Diferente de outras eleições, os currículos, propostas e programas dos candidatos somente serão divulgados no final de agosto, em revista digital a ser disponibilizada no site da PREVI, oportunamente.
Como de costume, os ativos votarão no SISBB das agências do Banco. Os aposentados e pensionistas votarão pela internet e pelo telefone 0800, usando a senha da PREVI. 
Por oportuno, informo que defendi a realização do segundo turno, caso o mais votado obtenha menos de 50% dos votos, para garantir maior legitimidade aos eleitos. Não conseguindo êxito Votei contra o regulamento na forma como aprovado.
Acredito que esta eleição será muito disputada. Será de relevante importância a participação dos aposentados. Devemos exercer, pois, o nosso direito, votando, não permitindo que outros decidam por nós.
Autorizo divulgação por qualquer meio, preservando a fonte e a integridade deste conteúdo.
Antonio J. Carvalho.
Email: ajccarvalho72@gmail.com; ajccarvalho@bol.com.br
Blog do Carvalho: WWW.ajccarvalho.com.br


quinta-feira, 14 de julho de 2016

PLP 268 e EMENDA 13 – DEBATE COM O RELATOR


Em reunião conjunta, agendada pelo Deputado Augusto Carvalho, participante da PREVI e Autor da Emenda 13, debatemos com o Relator do PLP 268/2016, Deputado Marcus Pestana, que admitiu incluir no substitutivo de sua relatoria, propostas da Emenda 13, além das que já foram contempladas. Na oportunidade, entregamos ao Relator, relação com o envio de 8.444 e-mails às lideranças, pedindo aprovação da Emenda 13, que contém 13 propostas, recebidas com simpatia pelos parlamentares que abordamos, por aglutinar os PLPs que tramita na Câmara dos Deputados, tratando de Fundos de Pensão. 
Reunimo-nos, também, com os Deputados: Efraim Filho, Presidente da CPI dos Fundos de Pensão, que indiciou 146 dirigentes; Edinho Bez, participante da FUNCEF; Rômulo Gouveia; Pompeu de Matos, participante da PREVI e Gilberto Almeida, Chefe do Gabinete do Líder do Governo, Deputado André Moura que não pode estar presente. Também estivemos com Senadores.
A votação do PLP foi adiada, possivelmente para agosto. Teremos mais fôlego para outras mobilizações e busca de mais apoios.
Em sendo aprovado na Câmara com alterações, o citado PLP 268/2016 será devolvido ao Senado para finalização. Porém, não há garantia de que o Senado concordará com modificações, motivo porque devemos demandar apoio, proativamente, aos Senadores.
Participaram da intensa mobilização, nos dias 5 e 6 de julho:
- Antonio J. Carvalho, Conselheiro da PREVI e da ANABB;
- Arnaldo Meneses, Presidente da AFABB – DF, acompanhado do Assessor especial, Mário Tavares;
-  Williams Francisco, Presidente dos Conselhos Fiscais da PREVI e ANABB;
- Augusto Miranda e Élvio, Diretores da FUNCEF, também representado o FIDEF - Fórum Independente dos Dirigentes Eleitos que hoje conta com 28 integrantes dos maiores F.de Pensão, do qual participamos desde a criação em novembro de 2014, juntamente com Cecilia Garcez, Williams Francisco, Décio, Medeiros e Ari;
- Paulo Martins, Presidente da AUDITAR – Associação dos Auditores do TCU e também Conselheiro do FUNPRESP – Fundo de Pensão dos Servidores Federais;
- Gilberto Vieira, Secretário Geral da CONTEC,
- Cristiano Amarante, Diretor da ASABB – Associação dos Advogados do Banco do Brasil;
- Carlos Castro, Diretor da ADVOCEF – Associação dos Advogados da Caixa Econômica Federal.
Volto a disponibilizar link com o formulário, para quem desejar apoiar a Emenda 13:
Veja, em 2 minutos, pronunciamentos dos Deputados Pompeu de Matos e Augusto Carvalho, participantes da PREVI.

Pompeu:
 Augusto: 

Autorizo divulgar esta mensagem por todos os meios, citanda a fonte e preservando a integridade do conteúdo.
Antonio J. CARVALHO

Visite o Blog do Carvalho: www.ajccarvalho.com.br



sábado, 9 de julho de 2016

EMENDA 13 AGLUTINA PROJETOS DE LEI NA CÂMARA

A Emenda 13 ao PLP 268/2016, propõe inclusões e aglutinações a outros PLPs que tramitam na Câmara, tratando sobre Fundos de Pensão.  
Mais uma vez a votação foi adiada. Havendo alterações na Câmara o PLP volta ao Senado onde será finalizado.
O Governo continua insistindo na contratação de profissionais no mercado para os cargos de Diretores, acabando com a paridade na gestão. Nosso maior desafio é buscar contorno. Já existem sinalizações neste sentido.
Junto com representantes de Entidades, visitamos parlamentares e participamos de reuniões,  pedindo apoio à Emenda 13, que conta com 13 itens, muitos dos quais já contemplados no Substitutivo do Relator, Deputado Marcus Pestana, com quem debatemos o tema por 2 horas.
No geral o substitutivo do Relator evoluiu muito. Prima por blindar os Fundos de injunções Políticas, conflitos de interesse profissionalizar ainda mais a gestão, com o que concordamos, desde que permaneça a paridade, como já existe na PREVI.
Para conhecer o posicionamento do Deputado Pompeu de Matos, participante, da PREVI, clique no link abaixo:
Autorizo divulgar por todos os meios, preservando a fonte e o conteúdo.
Antonio J. CARVALHO

          

sexta-feira, 8 de julho de 2016

EMENDA 13 AO PLP 268 EM DESTAQUE

No dia 6 de julho, em reunião com os Deputados Augusto Carvalho e Marcus Pestana e Representantes do FIDEF-Fórum Independente dos Eleitos dos maiores F.de Pensão, Presidente da AUDITAR – Associação dos Auditores do TCU e Conselheiro do FUNPRESP – Fundo de Pensão dos Servidores Federais, Presidente da AFABB – DF comparamos a Emenda 13 com  Substitutivo do PLP 268/2016. O Relator, Deputado Marcus Pestana que já incorporou pontos relevantes da Emenda 13, admitiu fazer outras incorporações.
Clique e Veja manifestação do Deputado Augusto, após a reunião.
O gargalo continua sendo a paridade na Diretoria Executiva porque o Governo insiste em selecionar profissionais do mercado. Nosso maior desafio é buscar contornos.
A votação mais uma vez foi adiada para a próxima semana. 

sábado, 2 de julho de 2016

EMENDA AO PLP 268 – É HORA DE UNIÃO E APOIO.

SE AINDA NÃO FEZ:
Preencha o formulário como nome e e-mail. Clique em enviar. Amigos e familiares podem apoiar do seu computador. Já foram enviados 8 mil pedidos de apoio ao Relator. Previsto votação dia 5/7. Desejamos entregar às lideranças 10 mil pedidos.
Veja o resumo dos 12 principais pontos que desejamos incluir no PLP:
1 – Criar a paridade na Diretoria e nos Conselhos;
2 – Criar o corpo social como Órgão máximo;
3 – Acabar com o indesejável VOTO DE MINERVA
4 – Criar o Comitê de investimento para, como parte da gestão
5 – Limitar as alçadas operacionais, para reduzir riscos;
6 – Impedir o repasse de recurso ao patrocinador;
7 – Criar teto de benefícios para Dirigentes Estatutários;
8 – Criar regras rígidas para eventual pagamento R variável
9 – Determinar o segundo turno em eleições de representantes;
10 – Divulgação de informações e decisões não confidenciais;
11 – punição com rigor por má gestão dos Fundos de pensão;
12 – Permitir o repasse de ganho de rentabilidade aos participantes;
Já conclamamos a todas as Associações, Grupos organizados e lideranças para, independente de partidos políticos e divergências associativas , se unirem em defesa da referida EMENDA ao PLP 268, de autoria do Deputado Augusto Carvalho que ajudamos a elaborar, na tentativa de incluir na nova Lei muitos dos nossos anseiso.
Antonio J. Carvalho.

Blog do Carvalho: WWW.ajccarvalho.com.br