terça-feira, 1 de novembro de 2016

MSU APOIA PROPOSTA PARA SALVAR A CASSI

Disponibilizo, abaixo, Manifesto de apoio do MSU - Movimento SEMENTE DA UNIÃO, ao Memorando de Entendimentos assinado pelo BB e Entidades para salvar a CASSI do estado falimentar em que se encontra.
Diante da extrema gravidade das finanças da CASSI e no pressuposto de que as propostas apresentadas serão implantadas em sua plenitude, sou favorável à aprovação.
Antonio J. CARVALHO.

"MANIFESTO DO MSU SOBRE O MEMORANDO DE ENTENDIMENTOS CASSI

Colegas,



    Neste momento em que os associados da CASSI serão chamados a se manifestarem sobre o MEMORANDO DE ENTENDIMENTOS assinado entre o BB e diversas Entidades representativas dos funcionários da ativa e aposentados do Banco do Brasil, o Movimento SEMENTE DA UNIÃO (MSU) vem a público manifestar o seu posicionamento sobre a questão.
       Em decorrência da pressão exercida pelo tempo e pela situação em que deixaram chegar as contas da CASSI, não vemos alternativa se não recomendar a aprovação do referido MEMORANDO, porém, com as seguintes observações/ressalvas:

       a) a aprovação está sendo feita com ressalvas exatamente porque pontos importantes não foram discutidos com o corpo social, mas apenas acatados pelos nossos representantes;
       b) dentre esses pontos, destacamos que não concordamos que a participação do banco não corresponda a uma vez e meia a dos associados, bem como não concordamos que o acordo tenha sido fechado sem o estabelecimento do índice que reajustará a parcela do BB. Alertamos para o risco envolvido ao estabelecer um valor fixo p/ o BB, sendo que os participantes continuarão a contribuir percentualmente.
  c) também não concordamos com a substituição de AUDITORIA por CONSULTORIA, Esclarecemos que a consultoria trará resultados porque ensejará redução de custos que se prolongará no decorrer do tempo. A auditoria traz redução de custos por detectar e estancar desvios e ralos mas não garante  que não voltem a ocorrer. ELAS NÃO SÃO EXCLUDENTES.
        d) No item 4 do ofício divulgado, a FAABB informa que não foi “acatada” a sugestão de prestação de contas relativa aos valores que deverão ser repassados pelo Banco (sigilo estratégico???). Manifestamos nosso apoio ao posicionamento da FAABB.
        e) a indicação de aprovação pelo MSU não significa abdicação de continuar lutando pela realização de auditoria externa, não contratada pelo Banco do Brasil, conforme desejam os associados. Não concordamos que seja dispensada a auditoria porque esta pode ensejar a responsabilização por eventuais desvios de conduta.
        f) Afirmamos ainda que não concordamos com a superficialidade com que foi tratada a questão da "TRANSPARÊNCIA" e "PRESTAÇÃO DE CONTAS". Só invocando o corpo social quando há necessidade de abrir mão de direitos que fatalmente terão repercussão no futuro. 
         g) O MSU se compromete a lutar pela PRESTAÇÃO DE CONTAS da CASSI mês a mês, sob a forma de um balancete, em que estejam detalhados:
o       Receitas ordinárias – Plano Associados
o       Recebimentos dos Convênios de Reciprocidade
o       Recebimentos do Banco do Brasil em função do acordo
o       Outras Receitas
o       Despesas Administrativas detalhadas
o       Despesas de custeio à saúde (Plano Associados)
o       Pagamento de obrigações de meses anteriores
o       Despesas Financeiras

       Por fim, e com todo respeito às Entidades que participaram da mesa de negociações, manifestamos nossa esperança de que sejam mais enérgicas em negociações futuras envolvendo CASSI e PREVI, não deixando a critério do Banco a fixação do calendário de rodadas, conforme ocorreu no passado com perdas significativas, e se repetiu nesta, fazendo com que a decisão dos associados seja dada em caráter de emergência, sem tempo hábil para acertos de detalhes necessário no acordo e sem a conveniente discussão com o corpo social.

Conselho Gestor do Movimento Semente da União - MSU"

 

Um comentário:

Everton disse...

Diante da falta de médicos e hospitais em minha cidade e cada vez mais descredenciamento sou contra essa proposta.